Antena Livre
Deseja receber notificações?
CIMT
PUB

Vila de Rei: A Feira que triplica os residentes no concelho em 9 dias de animação e encontros (c/áudio)

30/07/2023 às 10:43

Foi ao som dos bombos de Vila Velha de Ródão que Pedro Machado, presidente da Turismo do Centro de Portugal, e Ricardo Aires, presidente do Município de Vila de Rei, e mais duas mãos cheias de convidados que a edição número 32 da Feira de Enchidos, Queijo e Mel abriu portas.

Como habitualmente coube ao convidado principal desenlaçar o nó das fitas amarela e azul, as cores do Município, mas Pedro Machado chamou outros convidados para, em conjunto, fazerem a tradicional abertura antes da visita a todos os stands do evento.

Este ano não houve uma sessão solene, no salão nobre dos Paços do Concelho, mas Pedro Machado não deixou de ser convidado a assinar o livro de honra do concelho. É um cerimonial que Vila d Rei faz questão de manter, para as gerações futuras. Qualquer convidado de honra que visite o concelho deixa uma mensagem neste livro. E são muitos, principalmente políticos dos governos de Portugal, que já rubricaram este livro de capas pretas.

Depois Ricardo Aires convidou o presidente cessante da Turismo do Centro de Portugal [Pedro Machado deixa o cargo a 31 de agosto], que está na penúltima visita a um evento turístico, a visionar o mais recente vídeo turístico de Vila de Rei.

Depois seguiu-se o deambular pelo recinto da Feira de Enchidos, Queijo e Mel que junta ainda muito artesanato, instituições do concelho, empresas e associações. São mais de uma centena de espaços que durante os 9 dias da Feira vão receber os visitantes.

E é por estes dias que a população residente de Vila de Rei triplica. Ricardo Aires, o autarca, sabe que é assim todos os anos e confirma que os vilarregenses que vivem fora do concelho e fora do país já se habituaram a marcar férias para o período que tem o último fim de semana de julho e o primeiro de agosto. É um sentimento que faz com que a população triplique por estes dias. E esse fervilhar de vida, segundo o autarca, é bem notório na vila, fora dos espaços da feira. “As pessoas já marcam as férias para este período”, garante Ricardo Aires.

O presidente que destaca a importância da Feira para o concelho, como mostra do que por ali se faz e confirma um dado que parece ser notório: há cada vez mais investimentos nos produtos endógenos. Ou seja, se os enchidos têm as empresas fixadas, há mais produtores de mel ou de queixo, já para não falar noutros produtos extraídos das terras. E há mais promotores a fazer crescer as apostas no turismo ou produtos turísticos deste território. Pois, há natureza, e água com o Castelo de Bode ou com as ribeiras onde existem as praias fluviais. Há o Centro Geodésico de Portugal e uma Estrada Nacional 2 que ganha cada vez mais público a percorrer o interior do país. Há ainda a gastronomia e a própria simpatia das gentes do concelho.

Ricardo Aires, presidente CM Vila de Rei

Pedro Machado, quase a deixar a presidência da Turismo do Centro, fez questão de deixar claro que o “turismo não se confina ao litoral”. Aliás, essa foi sempre uma batalha do seu trabalho ao longo de 17 anos na Turismo do Centro, promover outras ofertas que não as praias e a gastronomia.

Mas em Vila de Rei existe o produto que “os nossos turistas [do centro de Portugal] querem”, como seja natureza, ar livre, espaço e este é um dos preceitos que a baixa densidade do país pode oferecer. Depois, afirma, aumenta as ofertas de produtos aos turistas. E apontou ao mel ou aos enchidos de Vila de Rei.

Pedro Machado vinca a ideia de manter o equilíbrio das ofertas turísticas do país, sendo que hoje, depois da pandemia, “estes municípios de baixa densidade também têm direito de ter o seu lugar ao sol.”

Hoje, quem vem para estas regiões “quer autêntico. Querem o real. Querem saber a história dos produtos, onde os produtos nascem, se fabricam e onde podem ser experimentados. Querem aquilo que é mais autêntico.”

Pedro Machado exemplificou com um conselho dado a uma associação que Vila de Rei que o abordou com a ideia de fazer um festival gastronómico assente no bacalhau e no torricado. “Aquilo que lhes disse foi: concentrem-se nos três, quatro, cinco pratos principais que o torricado e o bacalhau desta região podem oferecer. A ideia de trazer para um festival aquilo que se pode consumir no litoral, nos outros municípios não têm interesse. Quer dizer, tem interesse relativo, mas quem vier aquele festival quer experimentar aquele prato, quer experimentar a forma como ao longo dos anos se foi fazendo. E é isso que procuramos trazer para o turismo, a autenticidade da maneira de fazer.”

Pedro Machado, presidente Turismo Centro de Portugal

Vila de Rei está a receber até 6 de agosto mais uma edição da Feira de Enchidos, Queijo e Mel (FEQM). O maior certame do concelho promete apresentar novamente muitas e variadas atrações, atraindo milhares de pessoas ao longo dos nove dias do evento.

O palco principal vai voltar a receber grandes nomes do espetáculo e da música nacional, com as atuações de Carolina de Deus (sábado, dia 29), Ivo Lucas (domingo, dia 30), Rosinha (segunda, dia 31), Jorge Guerreiro (terça, dia 1), Graciano Ricardo (quarta, dia 2), Clemente (quinta, dia 3), Nuno Ribeiro (sexta, dia 4), Marisa Liz (sábado (dia 5) e Emanuel Moura (domingo, dia 6).

O palco 2 vai contar com as atuações de grupos musicais do Concelho – Escola e Grupo de Concertinas da Casa do Benfica de Vila de Rei, Universidade Sénior e Escola de Música de Vila de Rei e Villa d’el Rei Tuna - e com outros grupos de música popular, como o Grupo de Danças e Cantares Etnográficos do GAIO, Maria Gandayo – Fado e Tradições, Grupo de Música Popular de Cernache do Bonjardim, Rancho Folclórico de Sarnadas de Ródão e Rancho Infantil de Fazendas de Almeirim.

O palco 3 volta a ser destinado à música eletrónica e de dança, com as atuações de DJs Art’uritos, DJ Hugo Rafael, DJ LVKE, DJs Vinil, DJ Kadiv, Pede Days & DJ Salavisa e DJ Seadas & MC Pinkie. O organista 3G Grupo Musical vai igualmente atuar no Palco 3, na noite de quarta-feira.

No plano desportivo, é ainda de destacar a realização do II Torneio de Padel, Torneio Futsal Interassociações, Torneio de Ténis, Passeio de Canoagem, Descida de Carrinhos de Rolamentos, Torneio de Sueca, Torneio de Chinquilho, Penalty Cup e das demonstrações da Turma de Zumba Kidz e do Núcleo de Vila de Rei de Karaté ANAM.

Galeria de Imagens

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - fevereiro 2024
Jornal de Abrantes - fevereiro 2024
PUB