Vila de Rei: Município aumenta preços de saneamento, água e lixo

11/03/2022 às 10:55

Os serviços de saneamento, abastecimento de água e recolha de lixo vão sofrer aumentos ao consumidor no concelho de Vila de Rei, “apesar dos esforços do Município em manter estes valores no mais baixo possível”. A alteração ao Regulamento de Taxas, Tarifas, Preços e Licenças foi já aprovada em Assembleia Municipal, por unanimidade, face às exigências do POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

Face aos investimentos já realizados pela autarquia de Vila de Rei no saneamento em Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETARs) através de fundos comunitários, “o Município é assim forçado a aumentar os custos ao consumidor alusivos ao saneamento, conforme acordado nas candidaturas a estes fundos”.

O aumento do custo de água está relacionado com as recomendações por parte da ERSAR – Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos sobre o défice tarifário das entidades responsáveis pelo abastecimento de água. Desta forma, o Município de Vila de Rei tem de procurar uma recuperação tendencial dos custos económicos e financeiros decorrentes da provisão de água, “com vista a ter melhores condições para assegurar a qualidade do serviço prestado, a sustentabilidade da entidade gestora e, com isso, a defesa dos interesses dos utilizadores. Este aumento está também relacionado com novas taxas que o Município tem de suportar e, com isso, fazer recair sobre o preço final”.

Haverá igualmente um aumento na taxa de recolha de lixo, face à duplicação dos custos relacionados com os aterros e estes serviços de tratamento.

Informa ainda o Município vilarregense que “mesmo considerando os aumentos na fatura de água, saneamento e resíduos sólidos que estão já subjacentes a esta alteração da Tabela de Taxas, Tarifas, Preços e Licenças, o Município de Vila de Rei continua a ser o concelho do Médio Tejo e do distrito de Castelo Branco com a fatura mais barata”.

O presidente da Autarquia vilarregense, Ricardo Aires, refere que “apesar de todos os esforços do Município em manter as taxas relativas ao abastecimento de água, saneamento e recolha de lixo, não nos foi possível evitar esta subida de valores. É, contudo, importante realçar que este aumento extraordinário foi necessário para que o Município de Vila de Rei continue a ser a entidade gestora, e desta forma determine os valores a cobrar. Assim, vamos reduzindo o défice tarifário exigido pela ERSAR, não sobrecarregando demasiado os vilarregenses, ao contrário do que faria uma entidade gestora privada que aumentaria de forma abrupta sem olhar ao poder de compra da população do concelho.”

A alteração à tabela de Taxas, Tarifas, preços e Licenças pode ser consultada em www.cm-viladerei.pt.

 

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - dezembro 2022
Jornal de Abrantes - dezembro 2022
PUB