Antena Livre
Deseja receber notificações?
CIMT
PUB

Constância: Correr para ajudar é o grande objetivo da S. Silvestre Solidária

17/11/2023 às 16:23

No próximo dia 16 de dezembro, terá lugar no Campo Militar de Santa Margarida, no concelho de Constância, a 8ª Edição da Corrida São Silvestre Solidária, uma organização conjunta do Exército Português, pela Brigada Mecanizada, e do Município de Constância.

Na quinta-feira, 16 de novembro, teve lugar a apresentação oficial da prova e foi o diretor da corrida, tenente coronel Faustino, quem explicou toda a organização, começando por dar conta das novidades da edição deste ano.

“Considerando o que é a natureza desta atividade e procurando potenciar o seu cariz solidário, terá lugar no dia 14 de novembro, a S. Silvestre Solidária Kids, que vai envolver a comunidade escolar das três freguesias do nosso concelho. Vão realizar-se três caminhadas e também eles vão contribuir para o objetivo da nossa prova com angariação de bens”, disse. Outra das novidades adiantada pelo tenente coronel Faustino é o facto de, este ano, “a prova decorrer durante todo o dia, ou seja, as primeiras provas iniciam às 11 da manhã, a prova principal será às 3 da tarde e, para além da caminhada que já é tradição fazermos, vamos também fazer uma mini caminhada que partirá à mesma hora, às 15:10, e que terá uma distância aproximada de 3,5 km para que todos possam participar”. O Campo Militar estará pronto para receber todos os atletas, no dia 16 de dezembro, a partir das 8:30 horas.

Quanto às entidades beneficiárias dos produtos recolhidos, visto o objetivo ser “aliar a vertente desportiva à vertente solidária”, são este ano apoiadas as seguintes causas sociais: Loja Social de Constância, Associação Os Quatro Cantos do Cisne, projeto Pipoca Beatriz e ainda a Associação de Deficientes das Forças Armadas.

A partir desta sexta-feira, 17 de novembro, já pode fazer o seu donativo ainda que não participe nas provas. Bens alimentares não perecíveis, produtos de higiene pessoas, produtos de limpeza, material escolar, jogos didáticos bem como tampinhas de plástico são os bens que poderá entregar na Câmara Municipal de Constância ou nas Juntas de Freguesia de Montalvo e Santa Margarida da Coutada.

Relativamente às inscrições, que podem ser efetuados no site do Trilho Perdido (https://www.trilhoperdido.com), terminam no dia 10 de dezembro, sendo que o valor da mesma consiste na entrega de donativos que serão depois doados às quatro entidades. “Estamos assim preparados para realizar a nossa 8.ª edição da corrida S. Silvestre Solidária, que não se esgota naquilo que é o evento desportivo. Constitui também uma oportunidade para todos os participantes e diversos colaboradores contribuírem para um Natal um pouco mais feliz de alguns dos nossos cidadãos mais fragilizados, e todos termos um Natal melhor”, referiu o tenente coronel Faustino.

Elisabete Jacinto é uma das madrinhas da prova e marcou presença na apresentação da prova. A piloto portuguesa de todo-terreno mostrou a sua “dívida de gratidão” para com a Brigada Mecanizada que sempre lhe abriu as portas para treinar no seu camião. Contudo, o destaque da sua intervenção foram os benefícios do exercício físico para a saúde.

“Eu sou uma grande incentivadora da prática da atividade física”, começou por dizer. Sendo este um evento desportivo, “implica alguma atividade física e pode ser um incentivo muito grande para aquelas pessoas que não são corredoras diariamente”. Isto porque, segundo avançou a piloto, existem estudos “que provam os grandes benefícios que a atividade física tem sobre o corpo humano e nós continuamos a ignorar isso. Preferimos ir à farmácia comprar um comprimido ou ir ao médico e não paramos para pensar que a atividade física pode ter um papel preventivo muito grande na nossa saúde”.

António Paulo Teixeira, provador da Santa Casa da Misericórdia de Constância, que detém a Loja Social, agradeceu “em nome dos beneficiários da Loja Social de Constância pela generosidade e pela solidariedade que, mais um ano, a Brigada Mecanizada do Campo Militar de Santa Margarida e a Câmara Municipal de Constância, demonstram por levarem a efeito a S. Silvestre Solidária”. O provedor acrescentou que “temos 65 beneficiários em caráter de emergência social” e que, sem a ajuda desta iniciativa, “dificilmente conseguiríamos atingir os resultados que temos atingido ao longo dos anos”.

Sérgio Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Constância, uma das organizadoras da prova, destacou a parceria entre instituições no concelho para a dinâmica do território. “Constância é um concelho pequenino e se não for esta colaboração entre os diversos atores que constituem o concelho, torna-se muito difícil, nós, enquanto comunidade, atingirmos os nossos objetivos”, seja em que área for, disse o autarca que adiantou que “a Brigada Mecanizada constitui um ativo fundamental dentro da dinâmica de desenvolvimento do concelho e este é apenas um dos aspetos”.

Para Sérgio Oliveira, “nunca fez tanto sentido esta corrida solidária como agora”. Declarou que “não vale a pena fazermos de conta que nada está a acontecer no país, porque está a acontecer no país. Como nós sabemos, com o agravamento das taxas de juro, com a inflação que o país vive, há cada vez mais famílias a viver em dificuldades, a conseguir pôr o pão em cima da mesa. E esta iniciativa visa, através da Loja Social, que haja um conjunto de famílias no concelho, que não só neste período festivo do Natal mas ao longo de todo o ano, que tenham a possibilidade de ter um cabaz para poderem comer e poderem viver”.

Sérgio Oliveira esclareceu que “não quero dizer com isto que a situação social se agravou no concelho de Constância mas o que é a minha perspetiva, pelo que vou assistindo, vivendo, vendo e ouvindo, é que se irá certamente agravar no país e Constância não será uma exceção”.

“Compete a todas as instituições trabalharem no sentido de acudir a essas famílias e a essas pessoas”, manifestou o presidente da Câmara de Constância.

Contribuir para um Natal um pouco mais feliz é o objetivo da prova, nas palavras do comandante da Brigada Mecanizada. O brigadeiro general Sebastião Rebouta Macedo disse ainda que “o evento cresceu de 2016 a 2022 e já o ano passado se verificou uma grande adesão de participantes bem como de tonelagem de donativos que foi depois distribuída num verdadeiro evento solidário a nível regional”.

“O Exército e as Forças Armadas são parte integrante da sociedade civil e no caso concreto da Brigada Mecanizada, neste Campo Militar de Santa Margarida, aglutina no seu espaço cidadãos militares, provenientes de todo o espaço nacional. E essa nossa força reside na pluralidade das origens e na determinação de que existimos para servir, seja na paz, seja na guerra, seja nas emergências civis ou como neste caso, na solidariedade”, comunicou o comandante da Brigada Mecanizada.

O brigadeiro general Sebastião Rebouta Macedo confirmou que “para este ano temos já muita gente inscrita, quer para a corrida principal, quer para a caminhada, que este ano distribuímos numa caminhada longa e numa caminhada curta. Isso permite que haja um maior número de participantes”.

Com a perspetiva de se alcançar na edição deste ano um número recorde de 1500 participantes, “esperemos que, imbuídos de um espírito solidário, possamos fazer um Natal melhor e apoiar quem mais precisa”. É que, para a Brigada Mecanizada, “não procuramos propriamente um recorde de participantes mas sim um recorde da quantidade de bens doados para que possamos apoiar quem mais necessita”. Os bens recolhidos têm vindo a aumentar de ano para ano e espera-se que este ano “também corra bem”. Por outro lado, o que tem vindo a aumentar este ano é o número de patrocinadores. “Estamos a obter mais patrocínios este ano, o que é um bom indício, uma satisfação e um bom motivo de orgulho deste trabalho”.

 

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - junho 2024
Jornal de Abrantes - junho 2024
PUB