Abrantes: Programa Desporto Inclusivo arrancou no concelho (C/ÁUDIO)

30/09/2022 às 12:34

Abrantes iniciou esta sexta-feira um programa de Desporto para Todos que inclui práticas de promoção da atividade física e da psicomotricidade para crianças que, por razões diversas, nem sempre encontram as respostas aos seus contextos sociais, aos seus anseios, às suas necessidades e ao seu potencial.

Os objetivos apontam à promoção da igualdade de oportunidades motoras a crianças portadoras de necessidades especiais para além de contribuir para o desenvolvimento motor e cognitivo, proporcionar o acesso a habilidades motoras específicas e direcionadas e fortalecer a autoestima, a autonomia e o desenvolvimento motor.

Na apresentação o presidente da Câmara de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, referiu que ainda há muito para melhorar nas escolas, do ponto de vista estrutural e do ponto de vista de questões físicas.

Valamatos disse que hoje continuamos com muitas dificuldades naquilo que é a acessibilidade e deu o próprio exemplo da câmara municipal que sempre que entra alguém com cadeira de rodas ele tem de fazer o atendimento no piso térreo.

Este programa é destinado às instituições que trabalham com jovens com deficiência. Exemplo do cria, mas também a escola Manuel Fernandes tem alguns jovens que precisam de apoio especial.

Manuel Jorge Valamatos

Federação portuguesa de desporto para pessoas com deficiência abriu logo as portas ao Município de Abrantes para que se possa avançar com este programa.

Hugo Silva, diretor-geral da Federação, disse que a instituição está presente para fazer uma ação de formação destinada aos técnicos que trabalham no concelho nesta matéria e dar algum apoio logístico.

E nesta matéria, o programa avança com duas modalidades: Polibate e Slalom de Cadeira de Rodas.

Hugo Silva

O diretor-geral revelou ainda que há um outro objetivo com este programa. É que se o sedentarismo é elevado na população então nas pessoas com deficiência é enorme.

Hugo Silva


O programa vai olhar para todos os jovens com deficiência acima de 60%, incide particularmente em crianças até aos seis anos, no arranque, mas sem esquecer todos os outros. O programa arrancou hoje com Polibate e com Slalom de Cadeiras de Rodas.

Este programa destina-se a crianças residentes ou estudantes no concelho de Abrantes até aos 6 anos, que possuam um grau de incapacidade igual ou superior a 60%, crianças com prescrição médica, que devido às suas dificuldades motoras, cognitivas, intelectuais ou outras, necessitam de um modelo de participação paralelo ou específico.

Naquilo que será o funcionamento, no início de cada ano letivo, as crianças que necessitam de apoio especializado são identificadas, de acordo com os requisitos estabelecidos e em articulação com os escolas, serviços de conhecimento e de intervenção social do Município de Abrantes. Após este processo de avaliação técnica, será prestado um apoio especializado, de acordo com as necessidades identificadas.

Nos três projetos, a forma de desenvolvimento será de um professor e um aluno e caso as patologias sejam semelhantes, poderá ser trabalhada a forma 1x2, ou seja, um professor para dois alunos. Os horários serão pós-letivo (fins de semana incluídos), de forma voluntária, uma vez por semana e em períodos de 45 minutos.

De acordo com a informação da autarquia não haverá qualquer encargo para os encarregados de educação.

Ainda de acordo com o Município os professores possuem formação específica nas áreas de intervenção e os alunos poderão usufruir de um, dois ou dos três projetos. As áreas associadas serão Natação (1 vez por semana), Psicomotricidade (1 vez por semana) e Hipoterapia (a cada 2 semanas).

Galeria de Imagens

Partilhar nas redes sociais:
Palavras chave:
Abrantes Desporto
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - dezembro 2022
Jornal de Abrantes - dezembro 2022
PUB