Antena Livre
Deseja receber notificações?
CIMT
PUB

BTL 2024: Sardoal mostrou Fogaréus no Turismo Religioso e tapetes de flores no Turismo do Centro (c/áudio)

3/03/2024 às 14:45

Em mês de Semana Santa o Município de Sardoal aproveitou a Bolsa de Turismo de Lisboa para a promoção destas celebrações, no primeiro ano em que as mesmas já integram a lista do Património Imaterial da UNESCO. Paralelamente também já está a funcionar o Centro de Interpretação da Semana Santa, que “mostra” as celebrações de “Fé e Tradição” ao longo de todo o ano.

Desse modo o Sardoal apresentou na BTL dois momentos, sendo que a “Procissão dos Fogaréus” foi “levada” ao espaço do Turismo Religiosos, onde estão representados os Municípios portugueses com mais tradições religiosas. Sábado (2 março) à tarde, Miguel Borges, autarca de Sardoal, assume o lugar de cicerone da Semana Santa de Sardoal e com alguns elementos da Irmandade que habitualmente transporta os painéis da Misericórdia e ao som das marchas fúnebres da Filarmónica União Sardoalense faz desfilar as explicações do que acontece na vila.

Entre a narração das celebrações e a projeção de imagens de Sardoal, durante cerca de 30 minutos os visitantes ficam a conhecer o que são aqueles momentos.

Mais tarde, já no espaço da Turismo Centro, onde o Médio Tejo tem o seu espaço e tempo de intervenção, o Sardoal voltou a mostrar o que acontecerá, este ano, entre os dias 28 e 31 de março. Mas se os painéis da Procissão dos Fogaréus e a Filarmónica voltaram a estar presentes, nesta apresentação os tapetes de flores que nesta época enfeitam as igrejas e capelas de Sardoal estiveram em destaque. E o Município mostrou como se fazem esses tapetes, levando o molde, as pétalas de diversas cores e os voluntários que as foram dispondo nos respetivos lugares.

Quem passasse naquele momento no stand da Turismo Centro de Portugal poderia ficar a conhecer um pouco mais do que é a Semana Santa em Sardoal.

Miguel Borges, presidente da Câmara de Sardoal, destacou o que foi feito na BTL numa interatividade grande com a apresentação de imagens de anos anteriores e com as marchas da Filarmónica União Sardoalense. E é um momento alto para o Sardoal principalmente porque a 29 de dezembro de 2023 foi publicado a classificação da Semana Santa e da Festa do Bodo como Património Cultural Imaterial.

O autarca reforça que “a nossa Semana Santa e as nossas Festividades distinguem-se da maior parte, mas há aqui algo que é diferente. Não apenas pela Procissão dos Fogaréus, mas também pelas capelas enfeitadas pelos tapetes de flores. É uma tradição que vem do tempo da Rainha Santa Isabel. Supõe-se que foi quando a Rainha visitou o Sardoal e como não tínhamos tapetes ricos a população embelezou as igrejas e capelas com tapetes de flores.”

Miguel Borges, presidente CM Sardoal

De referir que entre os dias 28 de fevereiro e 3 de março o espaço “Turismo Religioso” contou com a realização de mesas redondas, apresentações de livros, degustações, demonstrações e outras apresentações promovidas pelas 14 entidades. A coordenação do espaço foi, este ano, do Município de Ourém.

Galeria de Imagens

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - abril 2024
Jornal de Abrantes - abril 2024
PUB