Município Abrantes
PUB

Abrantes: Semana de teqball prove uma das modalidades desportivas mais recentes no mundo (c/áudio e Fotos)

27/12/2022 às 17:44

É, seguramente, uma das modalidades mais recentes no panorama desportivo mundial e esta semana pode ser conhecida e praticada em Abrantes.

Em 2014 Gábor Borsányi, antigo futebolista profissional e Viktor Huszár, cientista computacional, ambos húngaros, “inventaram” uma modalidade que mistura o ténis de mesa com o futebol. Pode jogar-se em singles ou duplas, usa uma mesa semelhante ao ténis de mesa, uma bola n.º 5 (do futebol) mas mais leve e cada jogo tem três sets’s, sendo que cada set tem 12 pontos possíveis.

E naquilo que se pode verificar no jogo é que, tal como o futebol, não se pode jogar com as mãos e cada jogador, dependendo de singles ou pares, só pode dar um certo número de toques na bola e com determinadas partes do corpo. “É uma modalidade divertida, mas que é muito mental, pela atenção que tem de se colocar na sua prática e, acima de tudo, apela ao desenvolvimento da motricidade fina”, é assim que Filipe Rodrigues explica o que é o teqball.

Ao longo desta semana quem quiser experimentar ou conhecer melhor este “ténis de mesa jogado com uma bola e com as regras do futebol, entre outras” pode passar pelo Tagusvalley, nos antigos pavilhões da Quimigal entre as 19 e as 22 horas. Numa iniciativa da do Centro Popular de Cultura e Desportos de Sentieiras, que conta com o apoio do Município de Abrantes, está a decorrer uma semana de demonstração e promoção da modalidade.

“Abrantes só tem uma mesa, mas temos a colaboração da Federação de uma equipa de Santarém (Os Caixeiros) conseguimos ter três mesas”, explica Filipe Rodrigues que revela os objetivos de captar atletas, árbitros e treinadores.

Nesta altura Abrantes tem dez atletas federados, sendo que o próprio Filipe, que se apaixonou ao primeiro olhar para esta modalidade, integra o top 16 da Federação de Teqball Portugal. E depois acrescenta que há em Abrantes uma jovem que é árbitro e que que já esteve fora do país como juiz de uma competição.

Filipe Rodrigues quer divulgar este desporto que pode ser praticado por qualquer idade ou género e que houve uma adesão muito grande dentro do “público” escolar do agrupamento N.º 1 de Abrantes.

A participação é gratuita e está aberta a todas as idades e géneros e para experimentar basta ir equipado, calçar ténis para futsal ou desportos de pavilhão e levar muita vontade para dar toques na bola. Toques de pés. coxas, peito ou cabeça e, acima de tudo, ter vontade para interiorizar as regras. Não são complicadas “mas no decurso de um jogo podemos esquecer que só podemos dar um toque na bola, ou cada dupla só pode dar três toques antes de passar ao campo do adversário”, explica o atleta de Abrantes que tem como objetivo pessoal, em 2023, fazer o circuito nacional e algumas provas internacionais.

“Eu fui assistir a uma demonstração a convite do Nuno Gomes, assessor da área do desporto do Município de Abrantes. E gostei logo do que vi. Depois experimentei uma prova na areia, no Aquapolis. E comecei a praticar e entrei no circuito nacional”, explica o ex-jogador de futebol.

E depois salienta o facto de que é uma modalidade onde há muita amizade entre todos. “Na primeira prova, no Algarve, não conhecia ninguém”, diz Filipe Rodrigues que acrescenta logo de seguida que foi “enturmado”.

Por outro lado, acredita que a modalidade possa chegar a modalidade olímpica em 2028 e aí pode ter a entrada de clubes de outra dimensão.

Para já acredita que pode ser uma das modalidades de maior expansão nos próximos anos.

Filipe Rodrigues 

O teqball é um desporto inventado em 2014, na Hungria, por dois entusiastas do futebol, Gábor Borsányi, antigo futebolista profissional e Viktor Huszár, cientista computacional.

Joga-se com uma bola de futebol numa mesa similar à do ténis de mesa, sendo que o tampo é curvo e a rede rígida. Pode ser jogado em Singles ou Doubles, devendo cada jogador/dupla colocar a bola na mesa, do outro lado da rede, tocando-a um máximo de 3 vezes, com qualquer parte do corpo à excepção dos braços.

Já entrou em mais de 100 países e está numa fase explosiva da sua expansão e crescimento enquanto modalidade desportiva, sendo o objectivo tornar-se em modalidade olímpica.

A nível internacional é representado pela FITEQ - Fédération Internationale de Teqball e em Portugal pela Federação Teqball Portugal.

Ao nível das competições, já existem competições nacionais em vários países e já se realizaram diversos eventos internacionais, nomeadamente, os mundiais de 2017, na Hungria, e de 2018, na França. Em Portugal, as primeiras competições nacionais terão o seu início já em 2020, pelo que decorre um programa de expansão da modalidade que engloba a componente de equipamento (mesas) e a componente de formação (treinadores, árbitros e directores técnicos).

As regras

O teqball é um jogo simples e as regras básicas são, de acordo com a página da Federação de Teqball Portugal:

- Cada partida disputa-se à melhor de 3 sets
- Cada set é jogado até aos 12 pontos
- O serviço contempla duas tentativa
- O serviço troca a cada 4 pontos
- Não é permitido tocar a bola consecutivamente com a mesma parte do corpo
- A bola pode ser tocada por qualquer parte do corpo excepto os braços
- O máximo de toques antes de devolver a bola ao adversário é de 3
- Em Doubles, é obrigatório ambos os jogadores tocarem na bola antes da devolução
- Não é permitido devolver a bola ao adversário consecutivamente com a mesma parte do corpo
- Não é permitido tocar na mesa ou nos adversários
- No caso da bola bater nas quinas da mesa ou rede, é considerada uma Edgeball e o ponto deve ser repetido

Galeria de Imagens

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - fevereiro 2023
Jornal de Abrantes - fevereiro 2023
PUB