Abrantes: Três equipas partem à conquista da glória nas 24 Horas TT de Fronteira (C/ÁUDIO E FOTOS)

23/11/2022 às 21:23

São três as equipas de Abrantes que estão a caminho da vila alentejana de Fronteira onde vão atrás do sonho poderem chegar ao fim das 24 horas de todo-o-terreno. E com a melhor classificação possível.

Como é habitual, todos os anos o Clube Aventura e Motorizado do Pego (CAMP) sobe ao centro histórico de Abrantes, Praça Barão da Batalha, para fazer o lançamento desta mítica prova, no que às equipas de Abrantes diz respeito. E este ano não fugiu à regra. Faltavam uns minutos para as seis da tarde quando o primeiro carro estacionou na praça. Conduzido por Ismael e totalmente construído em Abrantes, mais propriamente na Barrada, o piloto volta ao desafio de concluir uma prova em que participou em 20 das 24 edições. Pouco depois chegou o segundo carro da equipa Momsteel Racing Team, um carro novo adquirido em França e que vem pela primeira vez a Portugal e à residência de Fronteira. E quase se seguida entrou a equipa da freguesia de Bemposta, a Relatos Rebeldes, que volta com uma estreia na equipa de pilotos, Joana Santos.

Numa sessão simples, Rui Gonçalves, do CAMP fez as honras da casa ao saudar todos os participantes e respetivas equipas e passou a palavra ao presidente da Câmara de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos. O autarca felicitou todos os participantes e vincou a ligação de Abrantes aos desportos motorizados e, numa intervenção curta, desejou os melhores resultados para esta prova que é uma resistência.

Manuel Jorge Valamatos

A presidente da Junta de Freguesia do Pego, Bia Salgueiro, deixou uma nota para o facto de voltar ao “lançamento” de uma prova através de um clube da freguesia. De notar que um dos elementos da equipa Momsteell é “pegacho”.

Manuel João Alves, presidente da Junta de Bemposta, também desejou sorte a todos os participantes e pediu para uma participação com segurança, para se divertirem, mas sem qualquer incidente.

A Momsteel Racing Team apresenta-se com duas equipas. Uma conta com Ismael Margarido, Filipe Marques, Dino Canha e André Serrano. O piloto quer voltar a Fronteira e terminar mais uma resistência. A 24 horas cada uma, já tem 20 dias de prova na vila alentejana.

O seu carro, já não é novidade, foi todo construído em Abrantes, mas este ano apresenta-se com triângulo novo e, pela primeira vez, construído e ensaiado. E o comportamento tem sido bom, como o próprio explicou.

Ismael Margarido

Filipe Marques é o empresário, líder da empresa Momsteel, assume a liderança da outra equipa com um carro novo, recentemente adquirido em França e que vai fazer a primeira prova em território nacional. E a outra novidade da equipa que conta com Filipe Marques, Ricardo Martins, Anthony Seu e William Campbell, é uma aposta ambiental. Por forma a compensar a pegada carbónica que o carro vai deixar nas 24 horas de Fronteira, cerca de três toneladas de CO₂, Filipe Marques assume a plantação de árvores na vila. Ao que se sabe, e de acordo com as perspetivas serão plantadas 30 árvores de espécie e no local que a autarquia decidir. O empresário diz que esse processo está a ser gerido pelos autarcas de Fronteira. A outra novidade é que a boxe da equipa vai ter música. Foi lançado o desafio a uma banda para tocar desde o início ao final da prova.

Filipe Marques

O empresário da Momsteel deixou a nota que a empresa está preocupada com a pegada ecológica, tanto na empresa como, neste caso, numa competição que é “bem pesada” a esse nível. Fica o contributo.

Em Bemposta nasceu a equipa Relatos Rebeldes que volta a participar nesta competição de resistência. Este ano a equipa avança com o objetivo de cumprir as 24 horas, até ao final. Filipe Oliveira, João Jesus e Joana Santos vão pilotar a carrinha. Destaque para a Joana que pela primeira vez vai estar ao volante na prova TT. O maior receio da Joana, de acordo com os companheiros de equipa, é o piso, que com a meteorologia, se prevê muito escorregadio.

A equipa é composta pelos copilotos Rita Lizardo, Flávio Simões e Maria Oliveira. João Jesus destacou que a carrinha levou algumas melhorias e que avançam para cumprir a ideia de chegar ao fim.

João Jesus

A Relatos Rebeldes volta com o sonho de chegar ao final da edição deste ano da prova.

Rui Gonçalves, do CAMP, deixou a nota de que os desportos motorizados fazem mexer as gentes de Abrantes e que a aposta vai continuar. Já se conseguiu colocar Abrantes na Baja Portalegre 500 assim como no Raid Ferraria.

Sobre o regresso das provas de autocross ou do Rali Cidade de Abrantes, Rui Gonçalves deixa o lamento, principalmente em relação ao autocross em que Abrantes tem muitas tradições pela inexistência de uma pista.

Mas há uma novidade, de acordo com o responsável pelo CAMP, estão a decorrer reuniões no sentido de Abrantes poder vir a ter uma prova de resistência em todo-o-terreno. Rui Gonçalves diz não poder adiantar mais pormenores, mas esta é uma realidade a que poderemos assistir em breve.

Rui Gonçalves, CAMP

Dia 17 de dezembro, a Junta de Freguesia do Pego, vai ainda acolher o lançamento de um livro de Ismael Margarido, sobre a Route 66 e as aventuras que o mesmo teve nesta via que percorreu numa mota.

A 24.ª edição da BP Ultimate 24 Horas TT Vila de Fronteira volta a animar, a partir desta quinta-feira, 24 de novembro, a vila de Fronteira.Estão inscritas mais de 110 equipas que aceitaram o desafio do Automóvel Club de Portugal (ACP).

A BP Ultimate 24 Horas TT Vila de Fronteira acontece desde 1998. A fórmula tornou-se um clássico: um fabuloso circuito de todo terreno com 16,4 quilómetros de extensão, apropriadamente conhecido por ‘Terródromo’, percorrido por mais de uma centena de equipas oriundas de diferentes partes da Europa, ao volante de diferentes tipos de viaturas, com vários níveis de preparação. Entre as 'maratonas’ de 24 Horas (para protótipos, automóveis e SSV) e de 4 Horas (SSV e buggies), estarão em pista mais de 330 pilotos oriundos de França, Itália, Bélgica, Países Baixos, Áustria, Letónia e Portugal. E manda a tradição que o cenário de chuva, lama e frio seja acompanhado por uma fantástica moldura humana, com largos milhares de adeptos aquecidos por fogueiras, convívio e pela paixão do todo terreno.
De destacar a presença do piloto ACP Miguel Oliveira, que vai correr as 4 Horas SSV.

Horário BP Ultimate 24 Horas TT Vila de Fronteira

Sexta-feira, 25 de novembro

09h30/11h45 – Treinos livres

14h00/17h00 – Treinos cronometrados (Categorias T1 T2, T3 e Promoções E e D)

15h00/17h00 – Treinos cronometrados restantes categorias

17h15/18h30 – Treinos livres todas as categorias

Sábado, 26 de novembro

14h00 – Partida

Domingo, 27 de novembro

14h00 – Chegada

15h15 - Cerimónia de pódio

 

Horário BP Ultimate 4 Horas TT Vila de Fronteira

Sexta-feira, 25 de novembro

11h45/13h45 – Treinos livres e cronometrados

Sábado, 26 de novembro

08h00 – Partida

12h00 – Chegada

13h00 - Cerimónia de pódio

 

 

 

 

 

Galeria de Imagens

Partilhar nas redes sociais:
Palavras chave:
Abrantes Fronteira
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - dezembro 2022
Jornal de Abrantes - dezembro 2022
PUB