Antena Livre
Deseja receber notificações?

Abrantes: Autocarro a hidrogénio verde entra em circulação no dia 13 de novembro (C/ Áudio)

24/10/2023 às 15:39
Primeiro autocarro a hidrogénio do país já circula em Cascais

O presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, na viagem de comboio rumo à Conferência sobre Mobilidade em Territórios de Baixa Densidade, realizada hoje na Covilhã, anunciou que está em preparação o projeto-piloto de um autocarro movido a hidrogénio verde. Esta experiência foi desenvolvida pela Médio Tejo 21 e irá começar a circular em Abrantes no dia 13 de novembro.

O hidrogénio verde é uma das áreas de trabalho da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo e pode ser uma aposta futura, explicou o presidente Manuel Jorge Valamatos, que referiu que este projeto “encaixa-se e articula-se com os movimentos em torno das energias renováveis” que surgiram devido ao encerramento da Central Termoelétrica do Pego.

Neste sentido, o projeto será introduzido em Abrantes com um autocarro público de passageiros, que estará devidamente identificado como sendo um autocarro movido a hidrogénio verde, para assim tentarem perceber se esta é uma iniciativa “viável” do ponto de vista financeiro, económico e ambiental, para ser implementada em Abrantes e “eventualmente em toda a região do Médio Tejo”.

“Isto acontece em vários países da Europa, isto é um sinal do futuro, um sinal de sustentabilidade quer ambiental, quer económico e é isso que estamos a fazer em Abrantes”, destacou o presidente, que ao mesmo tempo explicou que este projeto-piloto ajudará na perceção estatística de dados específicos do concelho relativamente ao funcionamento deste autocarro quer na cidade, quer noutras zonas do concelho, para assim conseguirem obter resultados sobre a sustentabilidade desta iniciativa.

O presidente Manuel Jorge Valamatos explicou também, que com iniciativas deste tipo, o Médio Tejo afirma-se como uma região amiga das energias renováveis, onde irão ser implementadas medidas para o desenvolvimento de projetos científicos e de inovação em torno desta matéria.

Cabe relembrar que a primeira experiência de um autocarro movido a Hidrogénio Verde, foi realizada em Cascais, no ano 2021, e desenvolvido pela empresa CetanoBus.

Manuel Jorge Valamatos, presidente da Câmara Municipal de Abrantes

A Médio Tejo 21, o projeto europeu Hy2Market e o Hidrogénio Verde

O Hidrogénio Verde é gerado por meio da eletrólise da água. Este método utiliza a corrente elétrica para separar o hidrogénio do oxigénio que existe na água. Assim, o Hidrogénio Verde é uma fonte de energia limpa que só emite vapor de água e não deixa resíduos no ar, ao contrário do carvão e do petróleo.

Por outro lado, a Médio Tejo 21 é uma agência Regional de Energia e Ambiente do Médio Tejo e Pinhal Interior Sul, que visa contribuir para a sustentabilidade e inovação na sua região de influência.

Neste sentido, esta agência afirma-se como um parceiro do projeto europeu Hy2Market, o qual pretende reunir regiões de toda a Europa que trabalhem na área da inovação para impulsionar a produção, transporte e utilização de hidrogénio verde.

Sendo o principal objetivo do Hy2Market criar uma cadeia de valor de hidrogénio mais madura em toda a Europa, a base deste projeto reside em regiões como: o Norte da Holanda, Alta Áustria e Ródano-Alpes, que se ligam e "juntam forças" com “regiões hidrogénio” emergentes da Península Ibérica, tais como: Astúrias, Aragão, Castela e Leão e Médio Tejo, Sicília (Itália), Macedónia Ocidental (Grécia) e Constanta (Roménia).

Assim, o município de Abrantes converter-se-á num dos primeiros da região a testar o projeto piloto de um autocarro movido com Hidrogénio Verde.

Jade Garcia

Foto: Município de Cascais 

Fontes:

https://www.iberdrola.com/sustentabilidade/hidrogenio-verde

https://www.mediotejo21.net/#/Hy2Market

 

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - julho 2024
Jornal de Abrantes - julho 2024
PUB