Antena Livre
Deseja receber notificações?
CIMT
PUB

Fátima: Turismo do Centro aplaude proposta de candidatura do Santuário a Património da Humanidade

21/09/2023 às 15:35

O Turismo do Centro considerou hoje que o conjunto monumental existente no Santuário de Fátima, no distrito de Santarém, justifica plenamente a candidatura a Património da Humanidade, sugerida pelo historiador de arte Vítor Serrão.

O presidente da entidade que engloba cem municípios, entre os quais Ourém, de que faz parte Fátima, avançou à agência Lusa que o Turismo do Centro “aplaude esta proposta feita pelo professor Vítor Serrão”.

“Na verdade, a qualidade do conjunto monumental e artístico que podemos apreciar no Santuário de Fátima é surpreendente e merece reconhecimento”, afirmou Raul Almeida.

Ao longo de décadas, recordou o responsável do Turismo do Centro, o Santuário “convidou alguns dos melhores artistas nacionais para deixarem o seu cunho no recinto, sob a forma de obras de arte de grande qualidade”.

“Este conjunto monumental justifica plenamente uma candidatura a Património da Humanidade da UNESCO”, sublinhou.

O Centro de Portugal tem já quatro lugares classificados como Património da Humanidade: Mosteiro de Alcobaça, Mosteiro da Batalha, Convento de Cristo, em Tomar, e Universidade de Coimbra, Alta e Sofia.

“São todos a poucos quilómetros de Fátima, pelo que, a concretizar-se a ideia do professor Vítor Serrão, um percurso pelos cinco lugares com a classificação máxima da UNESCO seria mais um incentivo à sua descoberta em conjunto”, defendeu Raul Almeida.

Assim, a região “beneficiaria muito” com uma candidatura do Santuário de Fátima, até mesmo sem a atribuição do estatuto.

“Mesmo que não fosse aprovada, motivaria novas visitas ao Santuário, com milhares de pessoas a descobrirem as obras de arte que atualmente são pouco divulgadas – incluindo pessoas cuja motivação não é religiosa, mas apreciadores de arte e do património”.

A divulgação associada ao processo atrairia “visitantes que contribuem para a economia local e regional”.

Caso a classificação fosse consumada, “Fátima entraria no lote restrito de lugares distinguidos pela UNESCO como Património da Humanidade, o que teria consequências na sua promoção em todo o mundo e consequente aumento dos fluxos turísticos”.

Por estas razões, “o Turismo do Centro está, naturalmente, disponível para participar numa candidatura”, caso se concretize.

“A experiência que temos com os quatro lugares classificados demonstra que são um foco muito importante de atração de visitantes, nacionais e estrangeiros, e geram mais-valias para a economia local, regional e nacional”, concluiu o presidente da entidade.

A sugestão de candidatura do conjunto monumental do Santuário de Fátima a Património da Humanidade da UNESCO foi avançada no dia 13 pelo historiador de arte Vítor Serrão, na Basílica da Santíssima Trindade, em Fátima.

Na apresentação do livro “Fátima e a criação artística: o Santuário e a Iconografia”, da autoria de Marco Daniel Duarte, o professor catedrático emérito da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa defendeu que o conjunto formado pela arquitetura, pintura, escultura, vitrais, mobiliário litúrgico e demais arte do Santuário é “uma obra de arte digna de ganhar lugar de destaque no património da humanidade”.

O reitor do Santuário de Fátima recusou comentar a possibilidade de candidatura à classificação pela UNESCO.

Lusa

Foto: Wikipédia (tomasz przechlewski)

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - julho 2024
Jornal de Abrantes - julho 2024
PUB