Município Abrantes
PUB

Play: Vencedores dos Prémios da Música Portuguesa são hoje anunciados

5/05/2022 às 12:28

Os vencedores dos Play – Prémios da Música Portuguesa são anunciados hoje à noite numa cerimónia no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, que inclui atuações inéditas de, entre outros, Nenny com Ana Moura e Moonspell com Dulce Pontes.

As fadistas Gisela João e Ana Moura, com três indicações cada, são as artistas mais nomeadas na 4.ª edição dos prémios Play, promovidos pela Audiogest (Associação para a Gestão e Distribuição de Direitos) e pela GDA – Gestão dos Direitos dos Artistas, em parceria com a RTP e a Vodafone.

A cerimónia de entrega dos prémios, conduzida por Filomena Cautela, com o apoio de Carolina Torres, tem início às 21:00 e pode ser acompanhada em direto na RTP1, RTP Play e Antena 1.

Para o prémio de Melhor Álbum estão nomeados “70 Voltas ao Sol (Ao Vivo com Orquestra)”, de Jorge Palma, “AuRora”, de Gisela João, “Badiu”, de Dino D'Santiago, e “Recomeçar”, de Tony Carreira.

Gisela João disputa ainda o prémio de Melhor Artista Feminina com Ana Moura, Bárbara Tinoco e Nenny. Já Dino D’Santiago e Tony Carreira estão também na corrida pelo Play de Melhor Artista Masculino, com António Zambujo e Camané.

Este ano, o prémio de Melhor Grupo é disputado pelos Moonspell, Os Quatro e Meia, The Black Mamba e Wet Bed Gang.

Para o prémio Vodafone Canção do Ano estão nomeadas “Andorinhas”, de Ana Moura, “Borboletas”, de Gama, “Lote B”, de António Zambujo, “Love is on my side”, de The Black Mamba, “Onde Vais”, de Bárbara Bandeira com Carminho, e “Tequila”, de Nenny.

Na categoria de Melhor Álbum Fado competem “Agora", de Teresinha Landeiro, “AuRora", de Gisela João, "Eu Sou", de Fábia Rebordão, e “Horas Vazias", de Camané.

Para o Prémio Lusofonia estão nomeados “Hino à Gratidão”, de Mario Lucio, “Jeito Alegre de Chorar”, de Paulo Flores, “Modo Turbo”, de Luísa Sonza, Pabllo Vittar e Anitta, e “Nossas Coisas”, de C4 Pedro.

Este ano, na corrida ao Play de Artista Revelação estão Eu.Clides, Ivandro, Luís Trigacheiro e Rita Vian.

Pelo prémio de Melhor Videoclipe competem “Ainda Sinto”, de Diana Lima e T-Rex, realizado por Tiago Plácido, “Andorinhas”, de Ana Moura, realizado por André Caniços, “Blues da Quinta”, de 5.º Punkada, realizado por Casota Collective, e “Nós Pimba”, de Chico da Tina, realizado por Irish Favério.

“Cifras de Viola”, de Tiago Matias, “Debut”, de João Barradas, “João Madureira | Estudos Literários Retratos”, de Ana Telles, e “Portuguese Music for Piano Duo”, de Luís Duarte e Lígia Madeira, são os nomeados ao Play de Melhor Álbum de Música Clássica/Erudita.

Na categoria de Melhor Álbum Jazz competem “A Tribo”, de Coreto, “Garfo”, de Garfo, “Lumina”, de Pedro Melo Alves’ Omniae Large Ensemble, e “Unlimited Dreams”, de João Lencastre’s Communion.

Nesta edição, foram tidos em conta álbuns e canções editados entre 01 de outubro de 2020 e 31 de dezembro de 2021.

Hoje são ainda anunciados os vencedores dos prémios da Crítica, escolhidos por um painel de dez jornalistas, e Carreira, atribuído pelas direções da Audiogest e da GDA.

A cerimónia de entrega dos Play volta a contar com a presença de público, sem restrições de lotação. Além dos anúncios dos vencedores das 13 categorias, a noite inclui também nove atuações inéditas.

Nenny e Ana Moura apresentam-se em dueto, os The Black Mamba vão apresentar-se com o guitarrista de jazz André Fernandes e Dino D’Santiago com a banda Monte Cara.

Também em dueto, irão atuar Bárbara Bandeira e Carminho e Paulo Flores e Sara Correia. Ivandro estará em palco acompanhado por “convidados especiais”, os Moonspell vão juntar-se a Dulce Pontes, Gama, Piruka e Jimmy P atuam em trio e Camané vai atuar acompanhado por Agir e pelos coros Ricercare e Coro Ucraniano da Igreja Greco-Católica de Lisboa.

Lusa

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - setembro 2022
Jornal de Abrantes - setembro 2022
PUB