Antena Livre
Deseja receber notificações?
CIMT
PUB

JMJ: Câmara de Ourém estima 200 mil pessoas/dia em Fátima na pré jornada e jornada

10/07/2023 às 17:03

O presidente da Câmara de Ourém disse hoje estimar 200 mil pessoas diariamente em Fátima no âmbito da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que inclui a deslocação do Papa àquele santuário, dia em que o número será maior.

“Obviamente que no dia 05 [de agosto, quando se prevê a deslocação a Fátima do Papa] estimamos que possam estar bem mais do que isso”, afirmou o presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque, numa conferência de imprensa nos Paços do Concelho.

A JMJ vai realizar-se entre 01 e 06 de agosto em Lisboa, estando anunciada a deslocação do Papa Francisco ao Santuário de Fátima no dia 05.

O autarca explicou que na pré jornada (semana que antecede a JMJ) e na jornada entende-se que “90% das pessoas que virão a Lisboa, à JMJ, quererão vir a Fátima”.

“São os números que temos, também em conjunto com as autoridades”, declarou, assumindo que “será uma sobrecarga enorme para todas as infraestruturas da cidade de Fátima e do concelho de Ourém”.

Na conferência, onde elencou o trabalho desenvolvido pela autarquia para acolher os jovens, o autarca admitiu também um acréscimo de visitantes à cidade de Fátima no pós JMJ, embora neste último caso ainda não haja a noção de números.

Referindo que o trabalho de preparação foi exclusivamente do Município de Ourém, Luís Albuquerque apontou um custo para a Câmara entre “300 mil e 500 mil euros”, salientando que “fazia e faz sentido” fazer este esforço, para bem de todos aqueles que visitam o concelho e “para bem do país”.

“Tínhamos duas hipóteses, uma que era a de fazer aquilo que, habitualmente, fazemos no 12 de maio [peregrinação internacional aniversária ao Santuário de Fátima] (…) ou prepararmo-nos melhor para receber todos os milhões de pessoas que virão a Fátima”, referiu.

Luís Albuquerque adiantou que foi contactado o Governo para ajudar financeiramente a suportar alguns encargos municipais, o autarca reconheceu que, “infelizmente”, não houve sucesso.

“Mesmo assim, tomámos a decisão de trabalhar para que tudo possa correr bem. O que vai estar em causa além da imagem de Fátima, de Ourém é a imagem do país e, obviamente, nós também fomos sensíveis a isso e por isso entendemos que devíamos fazer este esforço financeiro para melhor receber todos aqueles que nos irão visitar, porque queremos que essas pessoas possam regressar um dia breve a Portugal e a Fátima e ao concelho de Ourém”, acrescentou Luís Albuquerque.

De acordo com o autarca, a Câmara vai aproveitar a JMJ para promover o concelho e a região.

A Jornada Mundial da Juventude é o maior evento da Igreja Católica e realiza-se pela primeira vez em Portugal, onde são esperadas cerca de 1,5 milhões de pessoas, nesta 15.ª edição.

Lusa

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - fevereiro 2024
Jornal de Abrantes - fevereiro 2024
PUB