Antena Livre
Deseja receber notificações?
Município Abrantes
PUB

Ribatejo Interior: Formações para a preservação do saber-fazer vão acontecer em maio e junho

12/05/2023 às 15:23
SIFAMECA

A TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior, juntamente com os Municípios de Abrantes, Constância e Sardoal, está a promover um ciclo de oficinas gratuitas de artes e ofícios de Abrantes, Constância e Sardoal para maio e junho.

O Ciclo de Formações Mestre-Aprendiz, com o objetivo de preservar o saber-fazer do Ribatejo Interior e alavancar o aparecimento de novos negócios destas artes, já começou com uma formação sobre “Bonecas de Perna de Cana”, por Palmira Governo, em Constância. Mas haverá um segundo curso deste artesanato da Vila Poema, a iniciar a 2 de junho, ministrado por Maria da Conceição Bento.

Já este sábado, dia 13 de maio, será a oficina de "Registos ou Santinhos do Pego", dada por Margarida Sabino Kock. A iniciativa terá lugar no "Welcome Center" de Abrantes, com a duração de 8 horas, para conhecer a sua possível origem histórica, material e equipamento a utilizar e as técnicas de execução.

Aprender "Seiras e Capachos" de Abrantes é a proposta para o final da tarde de 19 e a manhã de 20 de maio, na Sifameca, em Mouriscas. Evaristo Valente conduzirá os ensinamentos, com a duração de 11 horas, sobre esta atividade milenar, essencial à produção de azeite nos lagares de prensas, e que consiste em cruzar e entrelaçar os fios de cairo e esparto em armações de madeira e metal.

Trabalhar o barro para fazer "Tijolo Burro" será a temática para a 4ª formação, que irá iniciar a 22 de maio, na Cerâmica Tejo, em Mouriscas. Marco Cadete será o mestre para estas 28 horas do curso, em que serão abordados os diferentes processos desde a extração do barro ao desenformar do tijolo e da tijoleira artesanais.

A formação de "Leques de Palha" de Sardoal está marcada para ter início no dia 27 de maio e a ocupar os finais de tarde de terças e quintas das semanas seguintes, até perfazer 18 horas de ensinamentos, no ArtOf - Espaço Partilhado para as Artes e Ofícios, junto ao Centro Cultural Gil Vicente. A única artesã desta arte, Célia Oliveira, irá partilhar os seus conhecimentos, desde a apanha, limpeza e tratamento da palha até à elaboração do punho e do próprio leque, sem esquecer o enquadramento histórico sobre esta peça de artesanato.

No fim-de-semana de 16 de junho, no Parque Ambiental de Santa Margarida, será a vez do mestre José António Piedade Joaquim ensinar a identificar, processar e entrelaçar a atabua para dar origem a uma peça de mobiliário em atabua e madeira. Esta formação terá a duração de 12 horas.

Haverá, também, uma formação sobre a “Mala de Folha de Flandres”, em Sardoal, com os mestres Arnaldo Serra, João Serras e Carlos Lamarosa, mas as datas ainda não estão definidas.

Estas oficinas formativas são gratuitas, mas com inscrições limitadas, que podem ser feitas através do preenchimento do formulário no site da TAGUS (tagus-ri.pt). O Ciclo de Formações Mestre-Aprendiz está inserido no projeto AO.RI – Artes e Ofícios do Ribatejo Interior, apoiado no âmbito do Programa Operacional do Centro (Centro 2020), do Portugal 2020, e cofinanciado pelo FEDER - Fundo Europeu para o Desenvolvimento Regional, que pretender valorizar as artes e ofícios tradicionais e complementar a oferta dos produtos turísticos do Médio Tejo.

Foto: TAGUS

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - março 2024
Jornal de Abrantes - março 2024
PUB