Antena Livre
Deseja receber notificações?
CIMT
PUB

Santarém: HDS acolhe sessão inaugural da primeira pós-graduação em hospitalização domiciliária do país

17/02/2023 às 16:47

O Hospital Distrital de Santarém (HDS) acolheu, esta sexta-feira, 17 de fevereiro, a sessão inaugural da primeira Pós-Graduação em Hospitalização Domiciliária do país, que resulta de uma parceria entre a Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Santarém (IPSantarém) e o HDS.

Ao intervir na sessão inaugural, Ana Infante, presidente do Conselho de Administração do HDS, recordou a criação da Unidade de Hospitalização Domiciliária (UHD) do Hospital, em junho de 2019, destacando que, até ao momento, já foram avaliados 1.607 doentes, admitidos 568 e realizadas 6.911 visitas domiciliárias, tendo os profissionais permanecido na casa dos doentes 5.411 horas. De acordo com a responsável, a cobertura geográfica da unidade tem vindo a ser alargada, sendo objetivo do HDS aumentar a capacidade instalada.

Ana Infante realçou ainda que um inquérito por questionário realizado recentemente revelou que a maioria dos inquiridos apresentam níveis elevados de satisfação, o que se deve ao “profissionalismo, humanidade e empenho da equipa da unidade de hospitalização domiciliária”.

Ao usar da palavra, Hélia Dias, diretora da Escola Superior de Saúde, citando o documento de criação do curso, destacou que a pós-graduação agora criada surge com o objetivo de “oferecer aos profissionais que integram estas equipas ou outros profissionais de saúde interessados nesta área, o aprofundamento de temáticas emergentes neste âmbito, justificada, também, pela expansão do número de equipas de hospitalização domiciliária em Portugal e pelo número crescente de pessoas doentes que estas apoiam”.

Dirigindo-se ao Conselho de Administração do HDS, em particular à sua presidente, Hélia Dias manifestou o reconhecimento público da Escola Superior de Saúde do IPSantarém pelo “reforço das relações institucionais e pela proximidade”.

Por sua vez, João Moutão, presidente do IPSantarém, salientou: “Esta pós-graduação é algo que o IPSantarém idealiza como ensino de futuro, o ensino ‘fora de muros’, desenvolvido em parceria com as instituições locais, que tem como objetivo resolver necessidades concretas de qualificação.”

À sessão inaugural seguiu-se uma conferência moderada pela coordenadora do curso, Irene Santos, centrada no tema “ Hospitalização domiciliária: do pesadelo ao sonho”, cuja apresentação coube a Pedro Vieira, enfermeiro da Unidade de Hospitalização Domiciliária do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia, em representação de Delfim Rodrigues, coordenador do Programa Nacional de Implementação das Unidades de Hospitalização Domiciliária do Serviço Nacional de Saúde.

Além dos 28 formandos do curso, marcaram presença Isilda Ferreira, professora adjunta da Escola Superior de Saúde, e Sónia Malaca, enfermeira da UHD, que integraram o grupo de criação do curso. Também estiveram presentes Maria Filomena Roque, diretora clínica do HDS, João Formiga, enfermeiro diretor do HDS, Yahia Abuowda e Ilda Veiga, coordenador e enfermeira-chefe da UHD, respetivamente, professores da pós-graduação, entre outros convidados.

Foto: HDS

Legenda - Da esquerda para a direita: João Formiga (enfermeiro diretor do HDS), Maria Filomena Roque (diretora clínica do HDS), Ilda Veiga (enfermeira-chefe da UHD), Ana Infante (presidente do Conselho de Administração do HDS), João Moutão (presidente do IPSantarém), Hélia Dias (diretora Escola Superior de Saúde do IPSantarém), Irene Santos (coordenadora da Pós-Graduação em Hospitalização Domiciliária), Yahia Abuowda (coordenador da UHD do HDS), Isilda Ferreira (professora adjunta da Escola Superior de Saúde) e Sónia Malaca (enfermeira da UHD do HDS)

 

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - julho 2024
Jornal de Abrantes - julho 2024
PUB