Município Abrantes
PUB

Buscas: Homem desaparecido desde domingo no Pego foi encontrado sem vida no Tejo (c/áudio)

31/01/2023 às 15:09
Crédito: Hélio Madeiras

O homem de 79 anos que estava desaparecido desde a hora de almoço de domingo no Pego, concelho Abrantes, foi encontrado morto na manhã de hoje nas águas do rio Tejo.

O homem foi encontrado sem vida, por volta das 11:05, dentro de água, no rio Tejo, pelos mergulhadores da Guarda Nacional Republicana (GNR) depois do trabalho das equipas cinotécnicas da GNR que integraram as buscas na manhã desta terça-feira. Às 09 horas as equipas da GNR, Bombeiros de Abrantes e Proteção Civil foram para o terreno por forma a “bater” o terreno e o rio a partir do local onde ontem por volta das 18 horas foram encontradas peças de vestuário de Agostinho Madeiras.

De acordo com o comandante do destacamento da GNR de Abrantes foi a partir desse indício que começaram a ser efetuadas as buscas apeadas na margem do rio com recurso aos operacionais da GNR, bombeiros e cães de busca e salvamento. Outras equipas foram “varrer” as margens do Tejo entre a tomada de água da Central do Pego e o dique de pedras. Nestas buscas foram envolvidos os barcos dos Bombeiros de Abrantes, mergulhadores da GNR e cães de busca e salvamento. De notar que a Força Especial de Emergência e Proteção Civil também esteve envolvida com a equipa de drones.

Foi a meio da manhã que os cães de busca e salvamento deram o sinal o que levou a apontar as buscas para o interior do rio Tejo. E foi aí que foi encontrado o corpo submerso.

Equipa cinotécnica da GNR integrou as buscas nesta terça-feira

Agostinho Madeiras era pescador lúdico e ao que conseguimos apurar conhecia muito bem os acessos ao rio e as margens do Tejo. Aliás, esse terá sido um dos indícios que levou as buscas para a proximidade do rio Tejo. O idoso terá saído de casa no domingo ao meio dia sem qualquer obejto ou chaves e o alerta para o seu desaparecimento foi feito às autoridades, pela família, ainda no domingo por volta das 18:20. De imediato foram encetadas as buscas que foram retomadas na segunda-feira de manhã, começando os operacionais na sua casa com alargamento gradual do perímetro. Só cerca das 18 horas desta segunda-feira é que foi encontrada uma peça de vestuário na margem do Tejo, próximo da tomada de água da Central do Pego, tendo esta terça-feira sido direcionada toda a operação para esse local.

Agostinho Madeiras

Ao meio-dia, em direto na Edição das 12 Horas da rádio Antena Livre o capitão Luís Marques, comandante do destacamento de Abrantes explicava ao jornalista Jerónimo Belo Jorge os passos dados e que agora o processo vai ser remetido para o Ministério Público, como acontece nestas situações.

Luís Marques destacou o trabalho da GNR nas diversas unidades e das equipas dos Bombeiros de Abrantes, Proteção Civil de Abrantes e Força Especial de Emergência e Proteção Civil.

Com este desfecho, “a operação vai ser finalizada em breve”, disse ao meio-dia o comandante da GNR.

Reportagem em direto na Edição das 12 horas  

Nestes dois dias de buscas estiveram envolvidos cerca de 70 operacionais da GNR, com o apoio da Proteção Civil Municipal e dos Bombeiros Voluntários de Abrantes e Força Especial de Emergência e Proteção Civil. Estiveram envolvidos diversas unidades com meios técnicos como drones, embarcações náuticas, equipas de mergulhadores e ainda equipas cinotécnicas.

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - março 2023
Jornal de Abrantes - março 2023
PUB