Município Abrantes
PUB

Turismo: Junta de Rio de Moinhos tem edifício em Lisboa que vai ser um Hotel (c/áudio)

3/08/2022 às 12:00
Créditos fotos: DR

Ao ler o título pode pensar-se que haverá aqui algum equívoco, mas não. É assim mesmo. A Junta de Freguesia de Rio de Moinhos, de Abrantes, é a proprietária de um edifício no Campo das Cebolas, em Lisboa, quase ao lado da Casa dos Bicos, local onde está a sede da Fundação José Saramago.

Fernando Vieira Ferreira foi um empresário de Rio de Moinhos com uma amplitude de negócios muito variada em Lisboa e aqui, em Rio de Moinhos. Na altura em que ainda havia tráfego fluvial através do rio Tejo, este empresário construiu um património assinalável tanto em Rio de Moinhos como em Lisboa.

E se em Rio de Moinhos o empresário já tinha doado várias propriedades à “comunidade”, também deixou um edifício na freguesia de Santa Maria Maior, ao lado da Casa dos Bicos.

E a Junta de Freguesia de Rio de Moinhos, sendo a dona desse imóvel, resolveu criar condições para que possa constituir uma fonte de rendimento para a aldeia. Desta forma, através de um fundo imobiliário, o imóvel está arrendado para poder vir a ser um hotel que, segundo Rui André, presidente da Junta de Freguesia de Rio de Moinhos, deverá abrir portas em 2023.

Esta doação foi feita em 1999 e a partir daí começou uma longa jornada de burocracia no sentido de poder dar rumo à “herança”. Rui André explica que este foi um processo demorado devido às questões técnicas e legais que envolvem uma autarquia. Há outro tipo de procedimentos.

As obras estão a decorrer nesta altura. O autarca revela que há uma previsão que este hotel de três estrelas possa entrar em funcionamento em maio de 2023. Trata-se de uma unidade com 27 quartos, sendo 23 quartos e quatro suites, e com vista para o rio Tejo.

Rui André, presidente JF Rio de Moinhos

A Junta de Freguesia prepara-se, por isso, para ver o seu orçamento começar a crescer, pois este imóvel vai permitir dois encaixes financeiros, um fixo e outro variável. O fixo já está a entrar na tesouraria desde 2020. Todos os meses há uma entrada direta de 2 mil euros mensais, ou seja, 24 mil euros por ano. E a partir de 2024 “vamos acrescentar um encaixe variável de 2% da faturação do hotel.” Quer isto dizer que a partir de 2025 há uma expetativa de acrescentar mais uns milhares de euros em duas parcelas, março e julho. “Temos uma estimativa de, a partir de 2025, a Junta de Freguesia de Rio de Moinhos poder ter um encaixe anual de cerca de 50 mil euros”, revela o autarca que, em contas simples, diz “vamos duplicar o nosso orçamento" e espera “que a próxima junta de freguesia possa começar a dar uso a esta verba para o bem comum dos fregueses”.

“Ao fim de 20 anos de processos complexos, espero poder convidar as entidades de Abrantes para a inauguração deste hotel em Lisboa”, anuncia Rui André.

Recorde-se que Fernando Vieira Ferreira já tinha doado à Junta de Freguesia de Rio de Moinhos a quinta onde funcionam o Centro de Saúde e o Centro de Apoio a Idosos. Doou ainda o edifício onde atualmente funciona a Junta de Freguesia e “mais recentemente, também tivemos duas casas doadas por uma sobrinha do empresário”, revela o autarca. O empresário doou-as, em primeira instância, à sobrinha que depois as viria a doar à Junta de Freguesia. Rui André revela que a autarquia conta com um rico património que tem de começar a rentabilizar.

Galeria de Imagens

Partilhar nas redes sociais:
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - agosto 2022
Jornal de Abrantes - agosto 2022
PUB